NOTÍCIAS
Novidades Na Mídia

Um setor essencial! O impacto da construção civil na saúde pública

Por André Abucham, diretor-superintendente da Engeform Engenharia.

A pandemia da covid-19 ressaltou a importância de discussões globais sobre a infraestrutura adequada em saúde para o enfrentamento não só deste cenário, mas também para o combate de outras doenças e desafios sociais.

Dentro deste contexto, hoje, Dia Mundial da Saúde, aproveito a oportunidade para refletir sobre como a Construção Civil impacta a saúde e a vida das pessoas. Por que esse é um setor essencial? Por que não podemos parar e qual o reflexo de nossa atuação para a sociedade?

Vamos a alguns números. Dados de 2020 divulgados pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), relevam que se trata de um mercado que impacta 97 segmentos da economia e que emprega mais de dois milhões de pessoas com carteira assinada, ou seja, este número é ainda maior se considerarmos os trabalhadores indiretos.  Apenas com essas informações já é possível ponderar que estamos falando de um setor fundamental para a geração de emprego e renda, além de fortalecer a economia.

Mas eu vou além. Dentro destes quase 100 setores está o de saúde pública, para o qual os olhares de todas as esferas econômicas e sociais se voltaram desde março de 2020. E para dar uma projeção do tamanho do impacto da Construção Civil neste segmento, apresento alguns números da Engeform, que nasceu com o propósito de fazer a diferença na vida das pessoas, por meio da arte de engenheirar.

Saúde

Com quase 45 anos de atuação, nos consolidamos como uma das principais construtoras hospitalares do Brasil. Somamos 34 hospitais em nosso portfólio, equivalentes a cerca de 800 mil m² para o segmento e mais de 5,3 mil leitos para a população brasileira. Todos esses empreendimentos – seis atualmente em execução simultânea-, estão espalhados por cidades dos quatro cantos do país, e beneficiam uma população de quase 40 milhões de pessoas.

Falando só de 2020, no auge da primeira onda da pandemia, cientes da nossa responsabilidade e obedecendo todos os protocolos de segurança, aumentamos a nossa capacidade de operação e aceleramos a entrega do Hospital Municipal de Vila Brasilândia para atendimento de pacientes com covid-19. Hoje inteiramente pronto, o hospital beneficia mais de 2,2 milhões de habitantes da região. Outra entrega em tempo recorde durante a pandemia foi a reforma do Hospital Municipal Alípio Correa, em São Miguel Paulista.

Saneamento

E como não é só de hospital que a saúde pública precisa, apresento também informações do segmento de saneamento. Infelizmente, temos 50 milhões de brasileiros sem água tratada e quase 100 milhões, praticamente metade da população nacional, sem acesso à coleta de esgoto. Como pensar em saúde de qualidade neste cenário?

A Engeform é uma das empresas que permanece trabalhando incansavelmente para mudar essa realidade. Temos mais de 100 obras e prestações de serviço para este segmento e destaco algumas recentes.

Apenas na última década, somamos mais de 220 mil ligações de água e esgoto em residências, milhares de quilômetros de redes de esgoto e água construídas, milhões de litros de água e esgoto tratados e impacto positivo na vida de mais de 25 milhões de pessoas.

Construímos a ETE Barueri, maior estação de tratamento de esgotos do país, com uma área equivalente a 115 campos de futebol, capaz de tratar 16 mil litros de esgoto por segundo. Trabalhamos na interligação dos sistemas Paraíba do Sul e Cantareira, a maior obra de fundação submersa da América Latina, que beneficiou diretamente 12 milhões de pessoas e garantiu a segurança hídrica para o abastecimento de água de São Paulo. Não paramos…

Atualmente, somamos R$1,2 bilhão em contratos para o setor em andamento. Três deles estão diretamente relacionados à despoluição do Rio Pinheiros e à oferta de saneamento de qualidade para famílias que moram em regiões periféricas da capital. E nestes casos, não fazemos apenas a engenharia, a ligação correta ao sistema de esgoto, o tratamento da água dos córregos. Cuidamos dos moradores com um time multidisciplinar dedicado a educar e orientar sobre coleta seletiva, descarte consciente e sustentabilidade.

Da mesma forma, no Espírito Santo, estamos construindo sistemas de saneamento nas cidades de Cariacica, Viana e Vila Velha, além de assistir a população por meio da educação.

Ainda sobre o nosso potencial de impacto, não posso deixar de mencionar o trabalho realizado em Guarulhos, que contribuiu para que a cidade saltasse da 76ª para a 40ª posição no Ranking de Saneamento 2021, do Instituto Trata Brasil.

Seguindo o raciocínio, eu certamente conseguiria listar outros exemplos e dados que projetam a importância do nosso trabalho, assim como o de todas as empresas da cadeia da Construção Civil. Mas creio que com essa breve reflexão pude demonstrar o quanto estamos diretamente envolvidos no desenvolvimento de um futuro melhor, com mais saúde e qualidade de vida para todos.

Construção Civil é sobre construir esperança.

COMPARTILHE
Confira outras notícias