NOTÍCIAS
Novidades Na Mídia

Frentes de escavação do segundo túnel se encontram e passagem deve ser concluída até dezembro

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes 

As duas frentes de escavação do segundo túnel do Complexo Viário Jornalista Tirreno Da San Biagio se encontraram nesta segunda-feira (03/07) pela manhã, durante vistoria realizada pelo prefeito Marcus Melo e o vice Juliano Abe ao canteiro de obras. Este túnel ligará a rua Cabo Diogo Oliver à avenida Governador Adhemar de Barros e sua construção chegou a 82% do cronograma. O primeiro túnel foi entregue em dezembro do ano passado e a obra como um todo está em 90%.

“O consórcio conseguiu antecipar o cronograma em 15 dias e o trabalho está indo muito bem, como pudemos comprovar hoje. Trata-se de uma grande obra de mobilidade urbana que agora está entrando na reta final. Ela faz parte de um projeto de revitalização da região central e a Prefeitura reforçará as gestões junto à CPTM para que a empresa realize a reforma na estação de trem, o que completará esta intervenção”, disse Melo.

O prefeito lembrou que tem mantido contato com a CPTM, que já possui um projeto para a nova estação. A falta de recursos por parte do Governo do Estado, porém, tem atrasado o início do trabalho. Melo afirmou que continuará conversando com a empresa, até porque outras cidades da região, como Suzano e Poá, já fora, contempladas com reformas em suas estações ferroviárias.

Ao lado dos secretários Walter Zago (Obras), Claudio Rodrigues (Planejamento), Daniel Teixeira de Lima (Verde e Meio Ambiente), Eduardo Rangel (Transportes), Dirceu Lorena de Meira (Serviços Urbanos), Sadao Sakai (Desenvolvimento Econômico e Social) e Paulo Beono (diretor-geral do Semae), o prefeito mogiano acompanhou o exato momento em que as máquinas e funcionários das duas frentes se encontraram. O presidente da Câmara, Carlos Evaristo, também esteve no local, assim como os vereadores Edson Santos, Caio Cunha, Cuco Pereira, Antonio Lino e Pedro Komura.

O segundo túnel tem extensão de 426 metros, enquanto o primeiro, inaugurado no dia 10 de dezembro do ano passado, possui 298 metros. A construção da passagem subterrânea tem investimento total de R$ 128 milhões, sendo R$ 98 milhões em recursos federais e R$ 30 milhões de contrapartida municipal.

Após a entrega da obra, segundo o prefeito mogiano, será realizado um projeto de reurbanização das praças Oswaldo Cruz, Sacadura Cabral e do quarteirão entre as ruas Cabo Diogo Oliver, Engenheiro Gualberto e Hamilton da Silva e Costa. O projeto será debatido com os lojistas e prevê arborização, acessibilidade e priorizará os pedestres, assim como já aconteceu em outras obras realizadas no Centro, como a revitalização da rua Professor Flaviano de Melo e a inauguração da Praça Monsenhor Roque Pinto de Barros.

Trânsito

Na área de trânsito, o trecho da avenida Governador Adhemar de Barros entre as ruas Tenente Manoel Alves dos Anjos e Princesa Isabel de Bragança foi liberado ao tráfego, após um ano e meio interditado. Com isso, os motoristas podem descer a rua Dr. Ricardo Vilela, passar pela Sacadura Cabral e acessar a Adhemar de Barros em direção aos distritos de Braz Cubas e Jundiapeba. A liberação da passagem de veículos na avenida Adhemar de Barros diminuiu o trânsito na rua José Bonifácio e trouxe benefícios inclusive para a rua Dr. Correa, diminuindo os congestionamentos.

Também nesta segunda-feira, dia 3, começaram a operar 13 novas vagas de estacionamento no quarteirão da rua Braz Cubas, ao lado da Praça Oswaldo Cruz. O objetivo é melhorar a mobilidade na região. (Marco Aurélio Sobreiro)

Para conferir a íntegra da matéria acessa aqui.

COMPARTILHE
Confira outras notícias